sexta-feira, 3 de maio de 2013

As molduras partidas parte IV - uma nova esperança


Nada funciona tão bem como trabalhar a mais para poder seleccionar ou excluir obras, nada como experimentar e comparar os resultados no ambiente a que se destinam.
Ei-los a espera de serem avaliados, lado a lado, nervosos como se estivessem a frente a um pelotão de fuzilamento.






 A Força é forte neste!


Que achas, Tiago Pimentel?



Sem comentários:

25 de Abril Braga

A convite da Associação Juvenil SYnergia fui a Braga nos dias 29, 30, e 31 de Maio fazer um mural para o seu pojecto da história de Braga, B...