quarta-feira, 26 de março de 2014

2101- Odisseia no capitalismo


No filme, o início da Humanidade não é a razão, ou a emoção, ou a arte ou a palavra, mas a ferramenta. Acho que o nosso fim vai ser a ferramenta, seja o robot, o mercado, o capitalismo,o CEO. Mais Kubrick: Como parei de me preocupar e passei a amar a bomba...

3 comentários:

mangas disse...

Bem observado, eu nunca tinha pensado nisso. O que só vem confirmar a tradição do pensamento materialista: existo, logo penso. A ferramenta ensinou o cérebro como ser usada. Abraço

mangas disse...

Esqueci de dizer que esse trabalho tá simplesmente BRUTAL! Nas cores, nas linhas de força, equilíbrio e construção!... E como eu tenho-te dito, para além do teu cérebro pensante conceptual, vale a pena exibires os teus dotes de exímio desenhador no plano da representação realista. O desenho científico, por exemplo, é dificuldade para muitos e canja para ti. És dois em um, fica potente ali no meio aquele osso com sombreado e volume! Dá-lhe!

Telmo Alcobia disse...

bem, cores, linhas e técnicas são as ferramentas que nós usamos :p Obrigado e abraço

25 de Abril Braga

A convite da Associação Juvenil SYnergia fui a Braga nos dias 29, 30, e 31 de Maio fazer um mural para o seu pojecto da história de Braga, B...